04/10/2019

Saúde de Cosmópolis promoverá Campanha de Vacinação contra sarampo

Campanha será dividida em duas etapas, de acordo com o público alvo

Letícia Leme

A Secretaria de Saúde de Cosmópolis promoverá uma Campanha de Vacinação contra o sarampo. Esta será divida em duas etapas, de acordo com o público alvo. Ao término de ambas, será promovido o dia “D”. Até o momento, foram disponibilizadas 650 doses. Ao decorrer das campanhas, as doses poderão aumentar.

A primeira etapa terá início em 07 de outubro e se estenderá até dia 25 de outubro – no dia 19 de outubro ocorrerá a mobilização nacional, o dia “D”. Esta tem como público alvo crianças a partir dos 6 meses até 4 anos, 11 meses e 29 dias.

Já a segunda etapa terá início no dia 18 de Novembro e durará até o dia 30 de novembro. Sendo o dia 30 de novembro o dia de mobilização nacional, dia “D”. O  público alvo desta segunda fase serão adultos de 20 à 29 anos.

As doses serão disponibilizadas de forma seletiva, ou seja, para quem não tomou nenhuma dose ou para quem esteja com o esquema desatualizado para faixa de idade da vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola).

Nas duas etapas a campanha acontecerá das 07h às 16h, durante a semana. Confira as salas de vacinas:
  • Centro de Saude II;
  • Centro de Saúde Integrado Campos Sales;
  • Posto Comunitário Andorinhas;
  • Posto de Saúde Cosmópolis I;
  • UBS Jardim Beto Spana
  • UBS Jardim Fáveri;
  • UBS Dr. Orlando José Kalil Aun;
  • UBS Jardim de Faveri;
Sarampo 

De acordo com o Ministério da Saúde, o sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus que pode ser fatal. A transmissão ocorre quando o contaminado tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é através da  vacinação.

Entre os principais sintomas do sarampo estão: febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido e mal-estar intenso. Com este quadro de saúde permanecendo por três dias ou mais, podem ocorrer outros sintomas como, por exemplo, manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que se espalham pelo corpo. Com o surgimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade da doença, principalmente, em crianças menores de cinco anos de idade.

O sarampo é uma doença grave que pode deixar sequelas por toda a vida ou causar o óbito. Essa é uma enfermidade prevenível apenas por vacinação. Os critérios de indicação da vacina são revisados periodicamente pelo Ministério da Saúde e levam em conta as características clínicas da doença, idade, ter adoecido por sarampo durante a vida, ocorrência de surtos, além de outros aspectos epidemiológicos.

Devem receber a dose zero da vacina contra o sarampo todas as crianças de seis meses a menores de um ano; a primeira dose para crianças que completarem um ano e; a segunda dose aos 15 meses de idade, sendo a última dose por toda a vida.

Já os adultos que tomaram apenas uma dose da vacina até os 29 anos de idade, recomenda-se completar a aplicação da vacina com a segunda dose. Quem comprova as duas doses da vacina do sarampo, não precisa se vacinar novamente. Já quem  não tomou nenhuma dose, perdeu o cartão de vacinação ou não se lembra de quando tomou a vacina, fique atento: pessoas de um a 29 anos necessárias duas doses da vacina, já pessoas de 30 a 49 anos, é necessário apenas uma dose da vacinação.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique AQUI e envie para o Portal Cosmopolense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.