10/05/2019

Reajuste no preço do gás de cozinha revolta moradores de Cosmópolis

Em média, reajuste foi de 3,4%

Da redação

O preço do botijão de gás pesará no bolso do cosmopolense nos próximos meses. Isso porque o preço do Gás Líquefeito de Petróleo (GLP) de 13 quilos, conhecido gás de cozinha, sofreu um reajuste de 3,4% em média, o que custará R$ 26,20 às distribuidora, sem a cobrança de tributos. O reajuste entrou em vigor no domingo (5).

O produto já havia sofrido um aumento em 5 de fevereiro, três meses antes, quando os preços subiram 1%. Na ocasião, o gás custava R$ 25,33 às distribuidoras. Em nota, a Petrobras justificou que os ajustes no preço do GLP-P13 acontecem trimestralmente para suavizar impactos da volatilidade no mercado externo sobre os valores domésticos.

Os munícipes cosmopolenses, no entanto, se revoltaram com o aumento. A moradora Zilda Alves de Oliveira afirma que terá dificuldade para arcar com as despesas. “Tem gás que não dura um mês não. Eu vivo com o salário do meu menino que é deficiente, e está muito caro esse gás. Vai prejudicar a mim e a muita gente, não é fácil não”, lamentou.

Claudineia Aparecida Albino também é contrária aos constantes aumentos que o produto vem sofrendo. “Eu estou muito insatisfeita com o preço do gás, porque era para abaixar e não para aumentar. O Brasil está perdido de desemprego, como é que eles vão aumentando, o salário não aumenta, aumentou quarenta reais, nem isso. É só aumento de imposto e mais imposto, isso está errado”, criticou.

“Eu sinto bastante, principalmente no bolso, para quem cozinha duas/três vezes no dia. O botijão de gás não da para nada, não dura nenhum mês. O último gás que eu comprei custou R$ 65, e eu vou ter comprar outro esse mês e vou levar uma facada, porque são dois botijão”, acrescentou Claudineia.

Revoltada com a situação, a moradora aponta que os maiores prejudicados com o reajuste serão os consumidores, principalmente, os desempregados. “Eles deviam pensar no bolso de quem não trabalha ou de quem ganha um salário só. Em nós ele não pensam, só pensa no bolso deles. Nós que pagamos o pato, eles não pagam, eles tem o bolso cheio”, concluiu

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique AQUI e envie para o Portal Cosmopolense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.