11/09/2019

Prefeitura de Cosmópolis anuncia obras na Estação de Tratamento de Água

Em vídeo, o prefeito Pivatto e o Secretário de Saneamento Básico dizem que a obra servirá para aumentar a capacidade de tratamento de água da estação

Henrique Oliveira

O prefeito de Cosmópolis José Pivatto (PT), anunciou através de um vídeo em sua rede social, que iniciará obras na Estação de Tratamento de Água (ETA) do rio Pirapitingui. No vídeo o prefeito, ao lado do Secretário de Saneamento Básico Silvio Baccarin, disseram que as obras serão para aumentar o volume do tratamento de água da cidade. E que as obras terão a duração de 60 dias.

O Secretário da pasta do Departamento de Água e Esgoto de Cosmópolis – que também é o vice-prefeito – disse que as obras serão para aumentar o volume de água. Porém alerta da necessidade de economia dos recursos hídricos.

“Esta é mais uma obra que visa reestruturar o Departamento de Água do município. Sempre lembrando e recomendando que se deve fazer o uso racional para que não tenhamos nenhum problema de abastecimento”, lembra Baccarin.

No anúncio, na página da Prefeitura de Cosmópolis no Facebook, a Secretaria de Saneamento Básico diz que serão trocados os chamados ‘módulos’, que se parecem com colmeias de abelhas, que está num tanque que recebe a água da represa e faz a separação da água dos sedimentos que vem junto dela.

Ainda no anúncio, a secretaria diz que está previsto a reforma de um dos seis filtros. E que com a troca dos filtros, tubulação, comando de válvulas e reparo na alvenaria serão também substituídos, que segundo a secretaria, para a remoção de infiltrações.

Início do ano teve muitas reclamações sobre a falta d´água

No último final de ano, muitos moradores de Cosmópolis reclamaram da falta de água em alguns bairros da cidade. Moradores procuraram a reportagem do Portal Cosmopolense para protestar contra a falta de água em bairros como Vila Kalil, Cidade Alta, Parque Ester e Vila Cosmos.

No final de janeiro deste ano, o Secretario de Saneamento Básico Silvio Baccarin, em entrevista, disse à nossa reportagem que os problemas eram pontuais devido a problemas de despressurização da rede de distribuição de água após – na época – a queima de um motor e outros equipamentos. Com a volta da água, de acordo com Baccarin, ela chegava às casas dos cosmopolenses com uma coloração mais amarelada.

………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique AQUI e envie para o Portal Cosmopolense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.