26/09/2019

Polícia Civil e GM de Cosmópolis recuperam carreta e carga roubada

O cão Titã, da GM, ajudou na recuperação da carreta

Da redação

Agentes do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil de Cosmópolis e do Grupo de Operações com Cães da Guarda Municipal de Cosmópolis recuperaram uma carreta roubada na tarde desta terça-feira (24), em Cosmópolis.

De acordo com a Polícia Civil, um motorista que dirigia um caminhão carregado de azeitonas, por volta das 23 horas, decidiu descansar em um posto de combustíveis na cidade de Monte Mor (SP). Foi quando o vidro da cabine do caminhão foi quebrado e dois indivíduos, utilizando de armas de fogo, anunciaram o assalto e renderam o motorista. A vítima foi colocada na cama que fica dentro do caminhão, e com o rosto encoberto, foi rendido.

Após trafegarem, o caminhoneiro percebeu que a carreta foi desengatada do cavalo mecânico. E por cinco minutos o caminhoneiro ficou refém dos homens. Ele foi levado por mais um homem para uma mata, que somente após o fim do cárcere, ficou sabendo que estava às margens da Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332) já em Cosmópolis.

Ao amanhecer, um dos ladrões disse para o homem baixar a cabeça que iria o liberar. Após sua liberação, o homem conseguiu encontrar o celular dele onde fez contato com a empresa dona do caminhão e foi conduzido à Delegacia de Polícia de Cosmópolis.

Com base nas informações prestadas pelo motorista, os agentes do SIG foram à procura da carreta e com apoio do Canil da Guarda Municipal de Cosmópolis localizaram a carreta próximo à rodovia SP-332, ainda com a carga.

O caminhão carregava mais de 30 mil quilos de azeitonas. A carga é avaliada em quase R$150 mil reais. Tanto a carga quanto o caminhão foram devolvidos aos proprietários. O motorista não sofreu ferimentos.
………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique AQUI e envie para o Portal Cosmopolense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.