06/07/2019

Estudante de Cosmópolis faz vaquinha para participar de simpósio em Portugal

Eliseu é 100% bolsista na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em Campinas (SP)

Letícia Leme

O estudante de Direito, Eliseu de Souza, está organizando uma vaquinha online, a fim de arrecadar dinheiro para participar do IV Simpósio Internacional de Direitos Humanos, em Portugal. Eliseu tem 100% de bolsa, pelo Prouni, na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em Campinas (SP). O morador cosmopolense sempre estudou em escola pública e conta que os planos de estudo estão só no começo.

Ele e a colega dele, Ananda Camargo de Andrade, tiveram o resumo aprovado pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, em Portugal. Se trata de um projeto de pesquisa, cujo tema debate o rompimento das barragens em Brumadinho (MG). O estudante irá ao país europeu para apresentar e publicar o trabalho em uma revista, em outubro. Esse é apenas o primeiro passo de quem pensa em fazer concurso público e tentar carreira no Ministério Público (MP).

Para tanto, Souza precisa arcar com custos como passagem aérea, inscrição, entre outros. Sem recursos suficientes para tais gastos, decidiu criar uma vaquinha online, a fim de angariar fundos. “Quero ir para lá, quero representar a nossa cidade de Cosmópolis, representar a faculdade (Mackenzie) e nosso país. Eu creio que eu posso, de verdade, ir muito além de onde eu já cheguei”, conta.

A ideia do Simpósio surgiu após a criação do projeto “Conhecer para cuidar”, desenvolvido por ele no Mackenzie. Este esteve sob a liderança da professora Rosani Franco, em que foram ministrados dois dias de palestras que tratavam de assuntos relacionados ao meio ambiente e conscientização.

Uma vez encantado com o tema, o universitário procurou saber mais. Foi então que a professora de Direito Civil, Benedita de Fátima apresentou o congresso para ele e o incentivou a participar. Esta também auxiliou na produção e revisou o resumo da dupla. “Ela está dando todo o apoio, desde o momento em que a gente decidiu sobre o que escrever, até depois que já estava escrito. A gente não conhecia o congresso, não tinha ciência e ela é umas coordenadoras”, conta.

Eliseu destaca que a escolha de tal tema [Brumadinho] tem por objetivo evidenciar as consequências causadas, principalmente, aos moradores da região afetada. “Encontramos inúmeros problemas em locais distantes da barragem, como hotéis que tiveram que mandar seus funcionários embora, padarias que serviam esses hotéis também estão falindo e até postos de gasolina. A tragédia desencadeou um colapso na economia, no emprego e na vida de muitas pessoas que dependiam do turismo pra sobreviver, e é algo que a mídia não mostra, essas pessoas são ‘esquecidas’ com seus direitos violados e nossa intenção é dar voz a todas elas, para que o mundo veja a magnitude dos prejuízos acusados”, expressa.

O estudante cosmopolense pontua que a paixão pelo Direito veio por influência familiar. O primo, Samuel Lúcio, que se formou recentemente na profissão foi a maior inspiração de Eliseu no momento da escolha do curso. “Eu tive toda a minha formação feita em escola pública, no ensino fundamental estudei no Alberto Fierz e no ensino Médio fui aluno do Gepan, e foi através do Enem que tive acesso ao Prouni, e, consequentemente, consegui 100% de bolsa numa das universidades mais renomadas do país. Durante toda a trajetória, eu tive pessoas incríveis que me incentivavam sempre, e darei destaque aos meus professores que foram essenciais, muitos deles viraram amigos e eu devo total gratidão, inclusive pelos puxões de orelha”, comenta.

Faça sua contribuição

Além da vaquinha online, o estudante disponibiliza dados da conta bancária, a fim de que doações sejam feitas para colaborar com ida dele à Portugal:

Eliseu Rodrigues de Souza
368.295.418-08

  • Banco do Brasil:
    Agência: 2012-5
    Conta Corrente: 30768-8
  • NU Pagamentos S.A:
    Agência: 0001
    Conta Corrente: 7733308-3

…………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique AQUI e envie para o Portal Cosmopolense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.