17/06/2019

Conheça a rotina do time de vôlei da 3ª idade de Cosmópolis

O projeto é uma parceria entre o Grupo da Terceira Idade e a Secretaria de Esportes do município

Da redação

Para quem pensa que depois dos 60 anos o que resta é tricotar e assistir televisão está enganado. A equipe de vôlei adaptado da terceira idade de Cosmópolis está aí para provar ao contrário. As senhoras cosmopolenses, se preparam semanalmente, a fim de disputar títulos com times da região.

O projeto é uma parceria entre o Grupo da Terceira Idade e a Secretaria de Esportes do município. Os treinos são abertos e acontecem todas as terças e quintas, das 7h30 às 9h30, no Ginásio de Esportes Antônio Damiano.

Foto: Prefeitura

Vera Helena, uma das participantes, comenta as mudanças que sofreu após entrar para o vôlei. “O interessante é que meu irmão vinha e eu ria dessas senhoras que ficavam aqui com a bola jogando para lá e para cá. Até que me convenceram a entrar e eu vi a dificuldade do esporte, sem que a minha vida pessoal melhorou. A agilidade muda, a cabeça da gente muda, e também o raciocínio lógico porque o jogo não é de força”, pondera.

Os campeonatos disputados pertencem à ADR (Associação Desportiva Regional) onde participam times das cidades de Cosmópolis, Artur Nogueira (SP), Jaguariúna (SP) e Amparo (SP). O treinador José Antônio, conhecido como lebrinha, explica a funcionalidade e modalidade disputada pelas senhoras.

“Todo mundo joga contra todo mundo e faz a final. Algumas regras do vôlei da terceira idade são diferentes das do vôlei normal. Nesta elas podem sacar por baixo, mas não podem sacar por cima. Também não podem cortar e nem saltar para bloquear, pelo fato de ser terceira idade e uma queda de mal jeito pode quebrar o fêmur”, explica.

Assista ao vídeo:

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique AQUI e envie para o Portal Cosmopolense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.