27/05/2021

Carro roubado em Artur Nogueira é recuperado pela PM em Cosmópolis

Homem foi detido e permanece à disposição da Justiça


Da redação

Um carro que foi roubado na cidade de Artur Nogueira foi recuperado em Cosmópolis após acompanhamento de viaturas da Polícia Militar na noite desta quarta-feira (26). Foi apreendido, de acordo com a Polícia Militar, um simulacro de arma de fogo que fora utilizado no roubo no bairro Itamaraty.

Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrências, registrado na Delegacia de Cosmópolis, o motorista do carro estava com sua esposa próximo de sua casa, quando ao descer para abrir o portão, um homem teria dado voz de assalto ao homem. No documento policial, é citado que o homem estava com uma arma de fogo e o obrigou a descer do veículo.

Neste momento, o homem teria saído do local com o veículo, uma GM/Montana,  onde teria tomado direção à cidade de Holambra pela rodovia Prefeito Aziz Lian (SP-107). Porém, uma viatura da ‘Equipe Beta’ Polícia Militar soube do roubo e os policiais começaram o patrulhamento e conseguiram localizar o veículo trafegando pelas ruas de Artur Nogueira.

De acordo com o que narra os policiais no BO, os policiais começaram  a acompanhar o veículo que seguiu em direção à um motel, que fica às margens da rodovia, quando adentrou pela Vicinal Prefeito Orlando Kiosia sentido Cosmópolis. O veículo foi acompanhado por cerca de cinco quilômetros pela via onde com apoio de outras viaturas da Polícia Militar de Cosmópolis, ordenou a parada do veículo em um cerco realizado na Avenida da Saudade, próximo ao Cemitério e a um condomínio.

O homem foi detido no local e no BO consta que o homem teria jogado a arma (um simulacro com características de pistola) pela janela.
O suspeito foi preso e está a disposição da Justiça e poderá responder por roubo.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Cosmopolense.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.