12/02/2020

Câmara de Cosmópolis rejeita denúncia contra Eliane Lacerda

Sessão conturbada teve discussão entre vereadores e público presente

Da redação

A vereadora Eliane Lacerda de Fáveri (PV), de acordo com a denúncia, é acusada de infração de prevaricação e improbidade administrativa por não dar continuidade à instalação da Comissão Processante que investiga a conduta do presidente Élcio Amâncio (MDB).

“Uma vez que o Presidente da Casa, senhor Élcio Amâncio, estando denunciado, Vossa Senhoria deveria ter presidido todas as sessões seguintes. No entanto, deixou que Élcio Amâncio, a seu bel-prazer presidir ilegalmente todas as sessões e atos a partir do dia 03 de dezembro de 2019”, diz trecho da denúncia lido pelo vereador Humberto Hiroshi.

Após muitas discussões entre os vereadores, duas paralisações da sessão e reuniões entre alguns vereadores,  o presidente da Casa, Élcio Amâncio (MDB) deixou o seu cargo e passou para a Eliane Lacerda que conduziu os trabalhos da sessão  que somente discutiu as duas denúncias, teve um reinício.

Mas os ânimos estavam ainda exaltados, além dos vereadores quanto do público presente que teve um bom público, de aproximadamente 200 pessoas.

Neste momento o vereador Humberto Hiroshi (Primeiro Secretário ) presidiu a sessão para que fosse feita a análise do mérito a denúncia feita por um grupo de cidadãos de Cosmópolis.
Na votação, cada vereador deu o seu voto contra a denúncia e a favor da denúncia. Os votos
contrários foram de 7 (não aceitação da denúncia) e 2 a favor (aceitação da denúncia).

Humberto Hiroshi (PT) e Eliane Lacerda não votam.Com este resultado, o pedido de cassação contra a vereadora Eliane Lacerda foi arquivado.

Votoaram contra:
Aldenis Mateus (MDB)
André MaqFran (PRB)
Cristiane Paes (PT)
Doutor Eugênio (PP)
Zezinho da Farmácia (PV)
Rafael Piauí (PT)
Renato Trevenzolli (PSDB)

Votaram a favor:

Edson Leite (PSDB)
Renato da Farmácia (Podemos)

…………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique AQUI e envie para o Portal Cosmopolense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.