07/04/2021

Aplicativo poderá ajudar mulheres a pedir socorro em Cosmópolis


Da redação

Somente no início do ano de 2021, 79 mulheres morreram na Grande São Paulo vítima de feminicídio. Destas, havia mulheres que foram mortas por seus companheiros e ex-companheiros a qual havia uma medida protetiva, expedida pela justiça em desfavor de um homem. Este levantamento foi feito por um grupo de mídias independentes com base nos dados da Segurança Pública do Estado.

Durante a pandemia, onde se há um pouco mais de isolamento social, os números tendem a crescer. Tentando amenizar esta situação, foi lançado em Cosmópolis o aplicativo para smartphone “Viva Mulher” que tem como objetivo socorrer mulheres que sejam vítimas de agressão com apenas dois toques no aplicativo.

Este aplicativo se destina à mulheres que possuem medidas protetivas contra ex-companheiros que têm um histórico de violência na família. Ele é semelhante à um botão do pânico e com dois cliques, após ser realizado o cadastro da mulher pelo aplicativo, a Guarda Municipal vai até a residência da vítima (por meio de sinal de GPS) para constatar algum tipo de descumprimento à ordem judicial.
Na tela do sistema da Guarda Municipal de Cosmópolis, aparecerá o nome e foto da vítima e possivelmente do agressor, se for cadastrada pela vítima.

Para se obter o aplicativo, a mulher deverá ter, em desfavor o agressor, uma medida protetiva expedida pelo Poder Judiciário. Para se conseguir esta medida protetiva, a vítima deverá comparecer à Delegacia de Polícia de Cosmópolis para registrar um Boletim de Ocorrências (BO), relatando os fatos, para assim se tornar um inquérito policial.

Para mais informações sobre o aplicativo, a mulher deverá entrar em contato pelo telefone: 3872-6882.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique AQUI e envie para o Portal Cosmopolense


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.